Postagens

Mostrando postagens de 2017

Só no Brasil mesmo pra fazer greve em dia útil

Imagem
Tem certas coisas que só existem no Brasil mesmo. Sexta-feira vimos surgir um novo fenômeno bem brasileiro: a greve em pleno dia de trabalho. Greve, como todos sabem, é algo que se faz no feriado, pra não atrapalhar ninguém. O marido da Ana Hickmann calcula que perdeu R$ 25 mil. Vocês já viram a sala da casa dele? Aquilo precisa de 15 pessoas pra limpar. Deve tá uma nojeira.

Claro que o trabalhador pode protestar. Mas primeiro tem que pensar na sociedade. Tem que escolher um dia bom. Feriado serve pra isso: você pode ir à praia, ao sítio ou fazer greve. Vai do gosto de cada um.

Jesus, por exemplo, poderia ter nascido em qualquer dia. Mas nasceu no Natal. Por quê? Porque era feriado. Ele sabia que quando nascesse ia parar tudo, daí ele escolheu uma data em que já tá tudo parado, pra não atrapalhar o marido da Ana Hickmann. E ainda nasceu uma semana antes do Réveillon, numa época que todo o mundo já tá mais tranquilo, dá pra emendar as duas datas, ir pra Bahia. E vamos combinar que ele…

Daremos o troco nas urnas?

Na verdade, os eleitores não tem metade do poder que a população acredita. O voto, num país onde o Legislativo tem eleições indiretas, proporcionais e coligadas; O judiciário é chefiado por indicações políticas e o Executivo não tem um mecanismo que valide a rejeição dos candidatos, o voto vale quase nada. O problema do Brasil é o modelo eleitoral. Uma ilusão criada pra te fazer achar que tem algum poder, e mantém a "nobreza" no poder.

Onde estão eles?

O que chama atenção no Brasil atual não é a corrupção escancarada pela lista de Fachin baseada na delação da Odebrecht. É o fato de que aqueles que vociferavam contra a corrupção, contra o aparelhamento das instituições, que bateram panelas, que encheram as ruas sob a liderança de movimentos organizados comprados e do Pato Amarelo, terem desaparecido completamente. Onde foi parar a indignação do brasileiro, desses movimentos, da mídia ou do Judiciário? Quem disse mesmo que primeiro tiraria Dilma e depois o resto? A sangria da Lava-Jato vai sendo estancada no Congresso com apoio do governo Temer mas acabou a reação da sociedade, que age apenas sob a influência da mídia, que segundo o velho Odebrecht tem conhecimento da corrupção sistêmica há décadas bem como o Judiciário. A verdade é que nunca foi pra acabar com a corrupção como comprovam as gravações de Jucá e a delação da Odebrecht. Foi pra tirar Dilma, acabar com políticas sociais, entregar nossas riquezas, tentar salvar corruptos d…

O Grande Salto para Trás

O Brasil, de fato, é o país mais inescrupuloso do mundo. O gigantesco número de ações trabalhistas demonstra que os empresários descumprem habitualmente seus deveres trabalhistas, então, para resolver o problema, ao invés de se criar mecanismos de fiscalização, punição e diminuição de encargos fiscais, o governo, margeando sempre por baixo, resolve "flexiacabar" como os direitos dos trabalhadores. É como se para acabar com a criminalidade, revogasse o Código Penal... Infelizmente há também os bobinhos de sempre que se limitam a comemorar o fim do imposto sindical, deixando de lado a perda de seus direitos. Mas tudo bem, a gente também luta por essa turma acéfala.

Brasil no atoleiro da Odebrecht

Em que se transformou a república neste país? Um verdadeiro balcão de negócios. É uma democracia de araque onde a política partidária serve, principalmente, para enriquecer a qualquer custo. As empresas usam os políticos que usam as empresas para obterem dinheiro ilegalmente. Tudo é para financiamento de campanha, dizem. Tudo foi devidamente informado a justiça eleitoral e aprovado sem ressalvas. Não há mais autoridade para coibir as ações criminosas porque as próprias autoridades também são criminosas. O sindicato do crime.

Reis do Petróleo

É interesse dos EUA e da Europa que os grandes produtores de petróleo do mundo tenham sua política instável (Síria, Iraque, Irã, Venezuela). Esses países, se politicamente organizados, ditariam as regras da venda de petróleo no mundo, ameaçando qualquer país que depende do produto. Patrocinar guerras, armar minorias, derrubar governos e financiar partidos de oposição é necessário.

Filhos de Adriana Ancelmo não podem ser privados do convívio com os pais

Pelo raciocínio do juiz, quem tem filho pode cometer qualquer crime, basta o pai ou a mãe serem presos juntos, afinal, os filhos não podem ser privados de conviver com os pais bandidos. Será que ele profere decisão semelhante, quando os pais presos, são pobres? Isso é uma vergonha. Enquanto isso uma pobre coitada que furtou um pedaço de carne para matar a fome dos filhos fica presa por anos!

PSDB em 2018

Se a situação do PT não é boa, a do PSDB é horrível. Patrocina um governo sem qualquer apoio popular, terá que dividir votos com Bolsonaro, e pelo andar da carruagem, ficará fora do segundo turno em 2018, qualquer que seja o candidato.

Fim da Lava Jato? Que o tolo, digo Moro!

A Lava Jato esmoreceu. Tinha uma função óbvia que era atropelar o processo eleitoral e desmoralizar a esquerda. Uma vez cumprida a sua função, o circo foi desmontado. Só um juiz, que se apegou aos holofotes e alto falantes que lhe emprestaram, se nega a deixar o picadeiro. Ainda achando ser o domador de feras, mas com seus sapatos imensos, sua cartola colorida e seu nariz vermelho. O próprio desMOROlizado juiz de Curitiba sabe que chegou no limite, agora viverá de fama e palestras.

Imobilidade é Escolha, Incompetência é Modo

Acredito que o achincalhe do STF está chegando aos limites do intolerável, ficando cada vez mais claro que esta corte é responsável, por sua desídia, pelo cinismo dos corruptos que só trazem sacrifícios e morte para a população. Assassinatos em massa, 75 só no Espírito Santo e mais de 50 mortos em Minas devido à febre amarela, tudo causado pela incúria de políticos que há muito já deveriam ter sido condenados por esta corte e devolvido o dinheiro que roubaram, fazendo estados falirem. Muitos destes que pululam por aí, já tiveram crimes prescritos no STF. Sem ter mais para onde correr, isto vai causar uma violenta e incontrolável reação popular, ainda mais com a provocação desta anedótica figura, indicada como membro do STF, juntando-se a tantas outras sem nenhuma estatura moral para terem assento em uma pretensa suprema corte.

Greve dos Militares do ES

A austeridade é um tratamento de choque na população, sendo assim a melhor resposta é outro tratamento de choque com greves em setores estratégicos para desgastar o governo. Auditoria da dívida pública já. Negociar com a sociedade colocando as cartas na mesa para saber que tipo de sacrifício cada um tem que fazer e não impor uma agenda de cima pra baixo.

João Dória TrabalhATOR

Mais um espetáculo do prefeito "trabalhATOR" para massa branca aplaudir... Sentar em uma cadeira de rodas jamais o fará perceber as dificuldades vivenciadas por um deficiente. A deficiência vai além disso, ela é social, financeira, estrutural. Sentar-se em uma cadeira de rodas em frente as câmeras é fácil, andar de tal meio pelas periferias de SP ninguém quer. Isso só o torna patético, e quem o aplaude por tais atitudes é mais patético ainda!

Novo Relator da Lava Jato

Mais importante de quando e como será a definição do novo relator da Lava Jato, é quem pegará essa encrenca. Independentemente de regimentos, tecnicidades, prazos e brechas, há enorme temor de que caia nas mãos de ministros como Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Dias Tofoli e Ricardo Lewandowski. Na minha opinião a Lava Jato é um caso para Celso de Mello, o mais experiente, muito criterioso, respeitado na Corte e acima de suspeitas. A morte de Teori Zavascki é uma perda imensa, que joga mais um peso nas mãos de Temer, que alem de ter de administrar um pais devastado, precisa mostrar que não teme ser investigado, sem falar nas teorias conspiratórias sobre o acidente, algo que não pode ser descartado.

Triste Esquerda

O problema da esquerda brasileira, começando pelo PT, que constituí sua espinha dorsal, é, de fato, que acabou se aristocratizando, transformando-se no refúgio da classe média alta, dos artistas e intelectuais.

Os sindicatos se burocratizaram e se comprometeram mais com as categorias ricas, como os banqueiros, do que com o exército dos milhões de trabalhadores marginalizados. Deixaram para trás valores como os do mérito e a economia, cuja bandeira hoje é empunhada pela direita.

A esquerda petista escorregou, além disso, para a política da corrupção e dos privilégios. Não foi só o partido que se aburguesou, mas também muitos de seus ativistas, que descobriram o gosto pela vida cômoda dos milionários. E eles representavam a ética.

A esquerda brasileira resgatou milhões de trabalhadores da miséria, mas sem qualificá-los profissionalmente. Formou assim uma massa de novos pobres que hoje, decepcionados e castigados pela crise econômica, voltam seus olhos para a direita e para as igreja eva…

Morre Teori Zavascki, Ministro do STF

Se foi acidente, parece que o Brasil tem um encontro marcado com a tragédia: Getúlio se mata em 1954; general Castelo Branco, que queria um retorno mais rápido dos civis, morre em choque de aviões em 1967. JK morre em acidente na Dutra. Logo depois, Lacerda e Jango morrem repentinamente. Tancredo é internado no dia da posse em 1985. Ulisse desaparece nas mesmas águas em que morre o relator que tinha toda a memória da Lava-Jato, a maior operação anti-corrupção do mundo. Um país trágico.

Amor ao Próximo

Tivemos o pastor Martin Luther King, que liderou parte do movimento negro americano pela luta dos direitos civis e respeito à população negra. Temos o padre Julio Lancellotti, que faz um grande trabalho com moradores de rua em São Paulo, com discurso inclusivo e protetivo à população LGBT. Temos o pastor Henrique Vieira, que tem uma luta progressista no Rio, contra as discriminações e pelos direitos humanos. Temos até o papa Francisco, que apesar de se mostrar conservador e indeciso sobre assuntos de gênero e sexualidade, representa avanços significativos na Igreja Católica.
Mas tem gente que prefere seguir o líder espiritual que manda quebrar imagens, ou o que jura que sua camisa ensanguentada cura doenças, ou cujo mandato é unicamente para perseguir direitos de minorias, ou que posa para fotos com armas em punho de frente para o altar. Enfim, tem gente (muita mesmo) que não quer saber de uma sociedade mais inclusiva e justa. Quer se iludir com uma cura impossível, uma promessa de lo…

Globeleza

Até mesmo os "clássicos" podem ser revistos e mudados. Ficou de muito bom gosto a Rede Globo deixar de exibir uma mulher nua, e dar visibilidade com uma vinheta mais carnavalesca, com pouca nudez e mais alegria. A mais bela vinheta de todos os tempos, com as diferentes representações do carnaval brasileiro. Parabéns!

Embora não deixa de ser hipócrita o fato de ainda ser uma mulher negra, aquela imagem da "mulata" sexualizada. De qualquer forma, pela vinheta, a ideia é celebrar a festividade (o que é o correto) e não mais a sexualidade e objetivação da mulher.

Vivemos Tempos Líquidos

O mundo fica mais pobre. Porém Bauman entrará para a eternidade, no sentido aristotélico do termo: viverá para sempre através das suas ideias. A não ser que a modernidade líquida faça esquecê-lo.

Querida Esquerda

É impossível não ver muita gente vendendo palestras e livros, fazendo fortunas acusando o "capitalismo" dos outros. Nossa elite brasileira se esbalda em dinheiro e poder com este discurso barato. Viva a tal esquerda brasileira, seus pensadores e apoiadores que nadaram de braçada no poder nestes últimos 13 anos. Começarão 2017 com o mesmo discurso: a culpa é dos outros. O Brasil se explica. E se lamenta.

Holiday

Fernando Holiday não é um liberal, ele é na verdade um conservador jogando para sua plateia conservadora. Procurou um público reacionário que estava louco para ter voz e achou. Enquanto isso, na Alemanha, foi ampliado um plano de indenizações para os judeus e descendentes que sofreram os horrores do holocausto. Cotas no Brasil é muito pouco. O Brasil tinha é que ter indenizado os pretos pela mão de obra escrava, assassinatos, agressões, humilhação, estupros, e abandono a que foram expostos os descendentes africanos que foram trazidos a força pra cá.

Ignorância e Intolerância

A ignorância é o combustível da intolerância. As religiões que tem uma forte influência afro sofrem na pele o racismo centenário que ocorre em solo brasileiro. Quando paramos para estudar história, vemos que o nascimento dessa divergência não foi com o repúdio dos pentecostais, e sim dos cristãos que impuseram o catolicismo renegando toda a cultura dos nativos dessa terra e dos trazidos a força da África. Esse ódio e medo que ficaram em nossos subconscientes só pode ser quebrado com o conhecimento, tanto da história do Brasil, quanto das religiões, que não são nenhum filme de terror que passa no imaginário popular.